PRENDAS NO NATAL

 
O Tiago era uma criança igual a tantas as outras. Mas naquele dia, ele sentia-se especial. Era o seu aniversário, e os seus pais prepararam-lhe uma festa para a qual, ele convidou todos os seus amigos.
Nunca mais chegava a hora de estar com todos os seus amigos. A mesa estava pronta, o bolo já tinha as oito velas mágicas, e a festa ia começar.
O primeiro a chegar foi o João, seu melhor amigo e colega de escola. Trazia um enorme presente colorido debaixo do braço. Seria um skate? Depois chegou o Bruno, a Raquel, o Diogo, o Carlos, a Catarina, e por aí fora até todos estarem à volta da mesa para cortarem o bolo e comerem todas aquelas delícias que a mãe do Tiago tinha preparado. Era o dia mais feliz da sua vida!
De repente, o Carlos, o amigo mais velho disse a todos que tinha chegado o momento de entregarem as prendas. E assim, o João entregou o seu presente ao Bruno, e o Bruno entregou o seu à Raquel, e a Raquel deu o seu à Catarina, até que todos tinham trocado entre si os presentes que tinham trazido para a festa. Só o Tiago não tinha recebido nenhum, e aquele que era o dia mais feliz da sua vida, tornou-se num momento tão triste que ele nem queria acreditar no que estava a acontecer. Afinal, ele era o motivo da festa. Estavam todos ali a festejar o seu nascimento.
Esta história parece irreal, não é?
Mas ela continua a acontecer desde há dois mil anos atrás.
Todos os anos, as ruas enchem-se de luzes, as montras ficam cheias de coisas bonitas, e todos tentamos encontrar o melhor presente para o nosso pai, nossa mãe, nosso irmão, nossa irmã, namorado, namorada, filhos, etc. O Natal está a chegar e precisamos de comprar presentes para oferecer.
Mas tal como o Tiago, aquele menino que nasceu, a quem chamamos de menino Jesus, fica esquecido, afinal, para quem deveriam ser todos os presentes?
Deus ama tanto a humanidade, que há dois mil anos atrás, enviou o Seu Filho, Jesus Cristo, para que ele morresse por cada um de nós, e para que cada pessoa pudesse ter um relacionamento especial com Deus. Jesus queria que as pessoas pudessem confiar em Deus para conduzirem a suas vidas de uma forma totalmente nova. Jesus nasceu para que a nossa vida pudesse vir a ter um verdadeiro sentido, neste mundo em que para muitos é tão difícil encontrar uma razão para viver.
 
Mas, nem todos compreenderam o porquê de Jesus ter nascido. Alguns continuam ainda hoje a comemorar o seu nascimento, mas não sabem porque é que ele nasceu. Ele nasceu para que todos os homens pudessem ter acesso a Deus. Ele disse: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim." Se queremos conhecer Deus, temos primeiro que receber o Seu Filho. A Bíblia diz, acerca de Jesus, que "a todos quantos o receberam, deu-lhes poder de serem feitos Filhos de Deus..." Isto significa que para ter posse daquilo que Deus nos quer dar, é preciso receber o melhor presente que Deus alguma vez nos deu: o seu próprio Filho Jesus Cristo.
 
Quando alguém reconhece que sem Deus não pode viver, esse alguém tem de aceitar aquilo que Jesus fez e recebê-Lo na sua vida. Ao receber Jesus, essa pessoa está a dizer que quer deixar Deus tomar conta da sua vida, e para isso Deus precisa de ocupar o lugar mais importante: o nosso coração.
Já pensaste no amor de Deus por ti?
Deus deu o que tinha de mais precioso.
E tu, o que é que lhe vais dar este Natal?
 O teu coração?
Ou será que no Natal, as prendas são só para os outros?